Tamanho das Fontes:

voltar

12/01/2018 - ADPESP empossa novo Presidente e nova Diretoria Executiva


comunicado

Gustavo Mesquita Galvão Bueno é o novo presidente da ADPESP. Eleito no final do ano passado, ele foi empossado, junto a demais membros da Diretoria Executiva, na última quinta-feira, 11, em conformidade com o que está previsto pelo Estatuto Social da Associação. 

A cerimônia de posse aconteceu no Plenário Juscelino Kubitschek da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e foi prestigiada por autoridades representativas dos Três Poderes e representantes de classe, além delegados associados, familiares e amigos.

> Clique aqui para acessar a galeria de fotos da solenidade

Evento histórico

Foi a primeira vez em que a ALESP recebeu a cerimônia de posse de uma entidade de classe para delegados de polícia. O fato foi destacado pelo deputado Delegado Olim, que presidiu a sessão. Ao abrir os trabalhos, o parlamentar falou aos presentes sobre a importância da representatividade da Polícia Civil junto ao Poder Legislativo e convidou as autoridades presentes para a composição da Mesa-Diretora do evento.

O deputado estadual Itamar Borges foi o primeiro a discursar. Borges discorreu sobre sua experiência junto à Polícia Civil enquanto vereador, prefeito e deputado. 

Em seguida, o vice-presidente eleito, Abrahão José Kfouri Filho, recebeu a palavra e falou aos presentes sobre as experiências vivenciadas na Assembleia ao longo de toda sua trajetória profissional. Em discurso inflamado, o vice-presidente evocou as premissas mais básicas do Poder Legislativo e, ao citar Montesquieu, enfatizou que a Casa do Povo não deve ser submissa ao Poder Executivo, mas preparada para exercer sua principal prerrogativa, a defesa dos interesses da Sociedade.

Carlos Eduardo Benito Jorge, presidente da ADEPOL Brasil, foi o próximo a fazer uso da palavra. A liderança, que já presidiu a ADPESP, discorreu sobre a importância da atuação em esfera nacional e os interesses escusos de instituições que visam a extinção da carreira do Delegado de Polícia. 

Raquel Kobashi Gallinati, presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo, falou em seguida e destacou o início de um novo ciclo para ambas as entidades, ADPESP e SINDPESP, com atuação conjunta, estratégica e pontual. Ela ainda destacou a relação de amizade e admiração com o novo presidente da Associação e as novas perspectivas para o futuro da luta pelo reconhecimento do delegado de polícia paulista.

A desembargadora Ivana David falou em seguida e, ao destacar sua trajetória junto ao trabalho empenhado pela Polícia Civil, discursou sobre a importância de se trabalhar com os olhos voltados para o futuro e que a Polícia Judiciária é imprescindível para a existência e manutenção do Estado Democrático de Direito. 

O delegado e deputado federal Gilberto Nascimento foi convidado a fazer o uso da palavra em seguida. O parlamentar dirigiu votos de sorte e sucesso ao presidente Gustavo Mesquita e reiterou a importância do trabalho conjunto entre a ADPESP e o SINDPESP. Ele ainda discorreu sobre a importância do delegado de polícia aposentado e do engajamento de novos policiais civis na luta por representatividade.

O também deputado federal Arnaldo Faria de Sá falou em seguida. Ao começar seu discurso, o parlamentar reiterou o trabalho empenhado pelo SINDPESP, na figura de sua presidente, e reiterou que a união de esforços com a ADPESP representa um momento ímpar para a conquista de mudanças para o delegado de Polícia. Ele ainda falou sobre a defesa das prerrogativas da Polícia Civil e de suas funções, reiterando que trata-se de uma garantia para a sociedade.

Júlio Gustavo Vieira Guebert, Delegado Geral em exercício, foi o último a discursar. A autoridade discorreu sobre a importância do incentivo às carreiras da Polícia Civil e os trabalhos realizados pela Delegacia Geral na defesa de seus policiais. Guebert ainda se dirigiu aos membros da Diretoria eleita e, ao lembrar de quando lecionava na ACADEPOL, assegurou que a nova safra de delegados representa uma renovação das fileiras da Polícia Civil. Ele ainda reiterou sua confiança no trabalho que será empenhado pelo novo presidente da ADPESP e garantiu que as portas da Delegacia Geral estão sempre abertas.

A posse da nova diretoria da ADPESP

Encerradas as falas, os novos diretores foram convidados para a assinatura dos Termos de Posse pelo presidente da Comissão Eleitoral da Associação, Marinósio Martins Santos. O presidente Gustavo Mesquita Galvão Bueno deu início aos trabalhos, seguido de todos os demais membros eleitos.

As assinaturas deram prosseguimento, enfim, à fala do novo presidente. Em discurso emocionado, Mesquita dirigiu-se aos presentes, agradeceu a presença de todos e discursou sobre o papel fundamental do delegado de polícia como primeiro garantidor dos direitos fundamentais do cidadão. Ele ainda reiterou o caráter republicano dos antigos diretores da Associação, que, como disse, conduziram o processo de transição com dignidade e retidão. O presidente falou então sobre a conjuntura deficiente da Polícia Civil paulista, reiterando as dificuldades que o trabalho investigativo encontra frente a quadros profissionais deficitários, remuneração pífia e prerrogativas atentadas, fatores oriundos de uma política descompromissada por parte do governo do estado. 

O cenário político nacional e a importância da Polícia Judiciária no combate à corrupção que assola a sociedade, bem como a necessidade da autonomia e independência do delegado de polícia para investigar quem seja, independentemente de cargo ou classe social. Ele ainda indagou: “a quem interessaria uma Polícia Judiciária enfraquecida?”.

A fala do presidente também tratou da resiliência do delegado de polícia diante das dificuldades, sempre visando servir à sociedade e completamente imerso na luta pelo cumprimento do dever. Ao contar os presentes sobre como ingressou na luta classista, o presidente declarou que se viu empenhado na luta pelo fortalecimento da carreira, buscando a plenitude do Estado Democrático de Direito e uma sociedade mais justa. Por fim, ele voltou a agradecer a confiança e a reiterar o sucesso da parceria entre delegados de gerações distintas e, ao encerrar seu discurso, citou o escritor espanhol Miguel de Cervantes. 

“Quem perde seus bens, perde muito, quem perde um amigo perde mais, mas quem perde a coragem perde tudo”, disse, ao evocar o dramaturgo castelhano, afirmou que a coragem é uma das virtudes intrínsecas da carreira do delegado, reiterando que ela não faltará neste momento, deixando aos presentes uma mensagem de esperança, lealdade e luta. “Em nome da Associação dos Delegados do Estado de Polícia do Estado de São Paulo, meu muito obrigado e contem conosco sempre”, concluiu.


Compartilhe |     



voltar
REDE SOCIAL
twitter youtube facebook
PARCEIROS
artseg qualicorp martineli rpmed

zurich
ADPESP - SEDE SP    •     PABX (11) 3367-3722     •     FAX (11) 3222-3012   •    AV.IPIRANGA, 919   9º - 10º - 11º ANDARES    •    CEP 01039-902                           Todos os direitos reservados 2014 ©
Parceiros Universo das Vitaminas Petronet