Tamanho das Fontes:

voltar

06/06/2018 - SP tem a menor taxa e maior redução de homicídios na década, aponta Atlas da Violência 2018


Estudo mostra ainda que o Estado também teve a menor taxa de mortes de jovens, de negros e de mulheres, entre 2006 e 2016

O Atlas da Violência 2018 aponta que São Paulo foi o Estado brasileiro com o menor índice e a maior redução da taxa de homicídios por 100 mil habitantes em 10 anos (entre 2006 e 2016). O estudo foi divulgado nesta terça-feira (5).

A pesquisa, realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), mostra ainda que São Paulo teve também a menor taxa de homicídios de jovens entre 15 e 29 anos, de negros e de mulheres.

Maior redução de homicídios no país

O Atlas da Violência (acesse aqui) aponta que São Paulo teve uma queda de 46,7% na taxa de homicídios dolosos por 100 mil habitantes, entre 2006 – quando o índice foi de 20,4 – e 2016, ocasião em que o indicador foi de 10,9 ocorrências.

O índice é o menor do país. Em igual comparação, a média brasileira da taxa de homicídios teve aumento de 14% chegando a 30,3 em 2016.

Taxa atual é ainda menor

Dados mais recentes da Secretaria da Segurança Pública, divulgados no mês de abril, apontam que a taxa de homicídio no Estado foi de 7,16 por 100 mil habitantes, no período de maio de 2017 a abril deste ano. O índice é o mais baixos para a série histórica dos dados de criminalidade, que começa em 2001.

Mortes de jovens

O Estado de São Paulo também foi o que mais reduziu a quantidade homicídios dolosos de jovens entre 15 e 29 anos no Brasil. A diminuição da taxa foi de 51,6% em 10 anos. No período, a taxa caiu de 39,3, em 2006, para 19,0 homicídios por 100 mil jovens, em 2016.

Em igual comparação, o país teve um aumento na taxa, que passou de 52,5 para 65,5 – aumento de 24,8%.

População negra

O Atlas da Violência também mostra que o Estado de São Paulo teve, nos últimos 10 anos, uma expressiva redução nos homicídios de pessoas negras.

A diminuição na taxa foi de 47,7% - é a maior diminuição do Brasil. O índice passou de 25,9 para 13,5 homicídios por 100 mil habitantes negros. É a menor taxa do país.

A média nacional do indicador teve alta de 23,1%, de 2006 para 2016. A taxa do Brasil é de 40,2 homicídios por 100 mil habitantes negros.

Homicídio de mulheres

São Paulo é o estado com a menor taxa de homicídio de mulheres do Brasil. O índice foi de 2,2 por 100 mil, em 2016, com queda de 40,4% em relação ao ano de 2006, quando a taxa era de 3,7 por 100 mil mulheres.

O país teve aumento de 6,4% dessa taxa, que passou de 4,2 homicídios por 100 mil mulheres em 2006, para 4,5 em 2016.

Fonte: SSP.

Compartilhe |     



voltar
REDE SOCIAL
facebook instagram twitter youtube
PARCEIROS
artseg qualicorp martineli rpmed

zurich
ADPESP - SEDE SP    •     PABX (11) 3367-3722     •     FAX (11) 3222-3012   •    AV.IPIRANGA, 919   9º - 10º - 11º ANDARES    •    CEP 01039-902                           Todos os direitos reservados 2014 ©
Parceiros Universo das Vitaminas Petronet