Tamanho das Fontes:

voltar

04/04/2018 - Leia os destaques dos jornais desta quarta-feira


Justiça manda Doria reativar hotéis de projeto de Haddad na cracolândia

Prefeitura diz que vai recorrer e alega 'condições desumanas e insalubres'

A Justiça determinou nesta terça-feira (3) que a administração João Doria (PSDB) reative dois hotéis da região da cracolândia, no centro de São Paulo, que hospedavam dependentes químicos como parte do programa Braços Abertos, do ex-prefeito Fernando Haddad (PT). A prefeitura diz que vai recorrer.

Os dois estabelecimentos, Santa Maria e Impacto, hospedavam 77 beneficiários e foram fechados entre janeiro e fevereiro deste ano. Na ocasião, a atual gestão justificou a medida afirmando que eles não apresentavam condições mínimas de habitação para os moradores.

A ação elaborada pelos Núcleos Especializados de Cidadania e Direitos Humanos e também dos Direitos do Idoso e da Pessoa com Deficiência, no entanto, apontou que o atendimento nos Centros Temporários de Acolhimento e nos equipamentos sociais criados pela gestão Doria não melhorou a situação dos dependentes.

“O atendimento alternativo ao hotel social, além de insuficiente, pelo déficit de vagas, é pior do que aquele fornecido no âmbito do hotel social e não possui finalidade específica para a reabilitação psicossocial (...) Em razão disso, os moradores acabaram retornando de forma definitiva ao chamado fluxo da cracolândia, sem vincular-se ao novo serviço”, apontou ação.

A Defensoria Pública, que moveu a ação, também aponta que alguns moradores não puderam levar todos os seus bens ao deixarem os hotéis, já que haveria limitação de bagagem.
 

Cúpula das Forças diz que intenção era ‘reforçar’ posição contra guinada no STF

As sete trombetas Fraco politicamente e entrincheirado contra o STF e a PGR, Michel Temer silenciou sobre a mais desafiadora mensagem já emitida pelo comandante do Exército, Eduardo Villas Bôas. Dois ministros do Supremo, em privado, relativizaram o tiro de alerta disparado pelo general contra a corte. Integrantes da cúpula das Forças Armadas reconheceram que a fala tinha a missão de “reforçar” posição contrária à revisão da prisão em segunda instância, mas negaram se tratar de chantagem.

Nua e crua Apesar das tentativas de minimizar o episódio, a fala de Villas Bôas elevou a crise em diversos graus e ampliou sobremaneira a pressão sobre o Supremo.

Verão passado Um integrante do STF fez questão de lembrar que foi a corte quem concedeu anistia aos militares e que, por isso, não há motivo para enxergar um gesto de intimidação ao tribunal.

É a lama Ministro da Justiça do governo Lula, Tarso Genro (PT) diz que o comandante do Exército falou para a tropa. “É o início de uma tutela militar sobre o processo político. O resultado é imponderável. A besta do fascismo ficará mais excitada.”
 

Justiça condena 2 dos 6 engenheiros acusados por mortes no Itaquerão

Outros quatro foram absolvidos; decisão ainda cabe recurso

A Justiça de São Paulo condenou dois dos seis engenheiros civis acusados de responsabilidade pelo acidente nas obras da Arena Corinthians que matou dois operários em 27 de novembro de 2013.

O motorista e operador Fábio Luiz Pereira, 41, e o montador Ronaldo Oliveira dos Santos, 43, morreram quando tombou o guindaste que sustentava o último módulo a ser instalado na cobertura metálica do estádio. A peça, de 420 toneladas, destruiu parte da arquibancada e atingiu os dois operários. Eles trabalhavam para empresas terceirizadas na obra, que ficou temporariamente paralisada.

A decisão é da juíza Alice Galhano Pereira da Silva, da Vara Criminal e do Juizado Especial Criminal do Foro Regional de Itaquera. Ela acatou denúncia do Ministério Público estadual e considerou que os réus Frederico Marcos de Almeida Horta Barbosa e Márcio Prado Wermelinger foram responsáveis pelo tombamento do guindaste.
 

Estudante é baleada durante aula na zona leste de SP

Menina de 16 anos praticava esportes em uma escola estadual do Sapopemba quando sentiu o ferimento no pé; a polícia investiga o caso

Uma estudante de 16 anos foi atingida por um disparo de arma de fogo na última quinta-feira, 29, por volta das 11 horas da manhã, enquanto praticava esportes em uma escola estadual na Avenida da Barreira Grande, no Sapopemba, na zona leste da cidade.  

Durante a aula, ela começou a reclamar de fortes dores no pé. A professora foi verificar e ao tirar o tênis constatou que havia um sangramento. Um funcionário da escola entrou em contato com familiares e a menina foi encaminhada para o Hospital Vitória Anália Zerbinati.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, foi constatado, por meio de exame de radiologia, que o ferimento foi provocado por um projétil de arma de fogo.
 

Na mira de advogados, STF decide hoje prisão de Lula

O STF (Supremo Tribunal Federal) retoma a partir das 14h de hoje a análise do habeas corpus preventivo pedido pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para evitar sua prisão, julgamento que deve ter consequências sobre a Lava Jato.

O petista teve condenação por corrupção e lavagem confirmada na segunda instância em janeiro, e sua pena ainda foi aumentada para 12 anos e um mês de prisão.

Sua defesa argumenta, entre outros pontos, que a detenção neste momento iria contra o princípio da presunção da inocência, já que ele ainda poderia recorrer a instâncias superiores contra a sua condenação.
 

Cuidadora de idosos morre ao reagir a roubo em Diadema

Uma cuidadora de idosos de 53 anos morreu após ser baleada na cabeça durante um roubo, às 21h30 de anteontem, em Diadema (ABC).

A polícia apura se ela discutiu com o ladrão porque não queria entregar seu celular.

Conforme informações da Polícia Civil, Rosana Nascimento foi caminhar no Parque Ecológico do Eldorado com sua sobrinha de 28 anos.

Elas ficaram cerca de duas horas no local.

A sobrinha da cuidadora contou aos policiais que, quando estavam na calçada, indo embora, foram abordadas por um homem armado e com capacete branco.

Compartilhe |     



voltar
REDE SOCIAL
facebook instagram twitter youtube
PARCEIROS
artseg qualicorp martineli rpmed

zurich
ADPESP - SEDE SP    •     PABX (11) 3367-3722     •     FAX (11) 3222-3012   •    AV.IPIRANGA, 919   9º - 10º - 11º ANDARES    •    CEP 01039-902                           Todos os direitos reservados 2014 ©
Parceiros Universo das Vitaminas Petronet